Network: Em quem confiar?

Network

Network

Dentre as escolhas profissionais, uma das mais difíceis está na seleção das pessoas que irão formar sua network. Amigos, amigos, profissionais à parte? Será? Eis uma questão delicada que ainda soa como tabu para muitos.

Trabalhar estas questões de forma aberta e sem preconceitos é um dos passos para começar a pensar melhor sua atuação e destino profissional.

network baseada em interesses convergentes(1) é a melhor do ponto de vista da eficiência da relação. Se um dos profissionais tem um expertise que pode ser útil ao outro e o outro consegue compensar isto com fortalecimento positivo(2) ou como complementar para realização de algum projeto, então pode ser vantajoso para ambos que esta relação se estabeleça.

O que não pode acontecer na formação de uma rede de relações que se pretenda seja sólida e proveitosa é confundir amizade, coleguismo e troca de favores, com o viés profissional.

Profissionais de fato precisam fortalecer suas relações de trabalho (direta ou indiretamente) com outros profissionais que consigam entregar de forma eficaz e com máxima eficiência algum valor e diferencial no tipo de trabalho que realiza. Qualquer variação disso constitui estímulo à incompetência e baixa produtividade que invariavelmente levam ao desperdício gerando perda e prejuízo para ambos.

A boa relação em uma network é aquela na qual os profissionais discutem ideias que possam ajudar em seu aprimoramento profissional e que o ajude e à outra parte fazerem trabalhos melhores e mais completos do que poderiam fazer de forma isolada.

O nascimento desta lógica pode ser historicamente observada com as primeiras manifestações realizadas por trabalhadores no fim do século XIX e início do séculos XX, primeiramente em Chicago (EUA), depois em Paris (França) na qual os trabalhadores, em busca de um bem comum (a humanização das condições de trabalho), organizaram-se para levar esta mensagem às ruas. O dia escolhido foi 1o de maio.

Muitos dos detentores do capital à época (e também alguns governantes) não concordavam com isto e houve conflitos culminando com a morte de manifestantes e policiais. Atualmente o dia 1o de maio é oficialmente comemorado em mais de 80 países e não oficialmente em dezenas de outros na qual sempre se lembra a busca do permanente equilíbrio entre capital e trabalho.

Quando o profissional olha para si e percebe que seu potencial pode ser mais bem aplicado ao consorciar-se com outros profissionais que complementam sua atuação, ele está dando o próximo passo na busca de um aprimoramento (e em alguns casos do aperfeiçoamento) do valor que ele entrega com seu trabalho para a sociedade da qual participa.

Network não é ferramenta de apoio para premiar a incompetência e o crescimento de maus profissionais ou daqueles que possuem severas limitações de competência naquilo que busca fazer. Ao contrário disso, quando utilizada para identificar talentos que podem complementar a sua atuação e gerar uma contrapartida, a network é um instrumento valoroso para o crescimento profissional.

(1) - Interesses convergentes: - Os objetivos e resultados buscados pelas partes que se apoiam são muito parecidos e ao se relacionarem entendem que o atingimento será conseguido: a) com menor esforço; b) com menor risco; c) com melhor chance de continuidade; d) com maior qualidade;

(2) - Fortalecimento positivo: - O feedback é um importante instrumento de network. As pessoas (ainda que digam ao contrário) necessitam receber feedback de sua atuação para corrigir o que está ruim ou errado e aprimorar o que já está bom, na busca da excelência. Mas cuidado, esta contraparte pode ser suficiente para iniciar uma relação, mas a consolidação de uma network não deve ser baseada apenas nela.

O que você considera mais importante na formação de sua network (escolha até três)?

Resultado Parcial

Loading ... Loading ...

Obrigado por ter lido! Se você considerou esse conteúdo útil para você, peço seu apoio para divulgar este site para sua rede de contatos e aproveite e dá um curtir em minha página no facebook. Pode também assinar minha newsletter para receber em seu e-mail os novos artigos que eu publicar.