Andragogia

O diálogo como método de ensino para adultos dentro e fora das empresas

Desempenho

Desempenho

As organizações dependem fundamentalmente do bom desempenho dos seus colaboradores para atingir seus objetivos, cumprir suas metas e realizar sua missão e visão, respeitando seus valores. Entretanto, para manter a boa atuação dos profissionais, é necessário estimular e investir na formação permanente e na renovação constante do aprendizado e das experiências sem o que a dinâmica atual do emprego não se sustenta. Essa dinâmica exige que a relação do profissional com empresa e dessa com o mercado seja revista na mesma velocidade das mudanças experimentadas pelo próprio mercado onde atua, por vezes até se antecipando a ele.

Capacitação

Capacitação

Hoje, na lista de competências de um profissional disputado pelas organizações estão inclusas a disposição para manter-se atualizado, aprender coisas novas, adaptar-se rapidamente às mudanças, além de ter capacidade de empreender. As organizações sabem que por mais diferenciado que sejam, os profissionais precisam ser estimulados e desafiados para manterem-se com a energia e o foco necessários ao negócio. O paradigma dos “cursos de reciclagem” que eram diferenciais em algumas organizações entre as décadas de 1960 e 1990, foram substituídos paulatinamente pelo treinamento durante o trabalho, ou on the job, no início dos anos 2000 e se mantém.

Esta nova forma de enfrentar o desafio imposto pela dinâmica atual dos mercados requereu também a presença de um profissional que até então estava com seu olhar muito mais voltado para atuação nas escolas e que pode incorporar no seio das corporações o pensamento estruturado na condução do processo ensino/aprendizagem em programas permanentes de capacitação continuada e a manutenção da aprendizagem organizacional. Este profissional é o pedagogo.

Para este tipo de educação que é dirigida aos objetivos organizacionais e empresariais, o pedagogo se utiliza de técnicas e métodos para orientar o estudo e a avaliação da aprendizagem que tem sua base na andragogia (ciência que estuda as práticas para orientar o aprendizado de pessoas adultas). Baseado no diálogo como forma de assimilação de conceitos, boas práticas e técnicas e no exemplo para consolidação das habilidades e competências buscadas, tem se mostrado efetivo nas organizações que as aplicam.

Para ser desencadeada dentro das organizações uma série de ações preliminares tem se mostrado eficazes entre elas: ciclos de palestras motivacionais (para elevar o ânimo dos profissionais), palestras de sensibilização (visando estimular a consciência para a importância da atualização), pesquisa de clima organizacional (para medir os pontos que precisam ser reforçados e identificar demandas reprimidas), avaliações e outros métodos para obtenção de indicadores de satisfação e desempenho.

A andragogia não é nova. Há 2.400 anos o filósofo grego Aristóteles já adotava um método parecido, baseado no diálogo, para conduzir o aprendizado de seus discípulos. Embora seja frequentemente abordada em trabalhos acadêmicos e artigos científicos, a difusão efetiva do método andragógico, adotada em algumas empresas em programas de trainee, por exemplo, ainda é rara nas instituições de ensino superior, que são as grandes formadoras do profissional para o mercado de trabalho.

A preparação do profissional que atua no ensino de adultos deve ser enriquecida com novas discussões sobre o tema. O desenvolvimento humano e profissional acontecerá à medida que forem aplicados os pressupostos da ciência pedagógica na formação e aprimoramento de pessoas e profissionais mais completos e felizes, por fazerem bem aquilo que gostam.

Na sua opinião o método de ensino para adultos aplicado nas faculdades brasileiras é eficaz (escolha duas)?

Resultado Parcial

Loading ... Loading ...

Obrigado por ter lido! Se você considerou esse conteúdo útil para você, peço seu apoio para divulgar este site para sua rede de contatos e aproveite e dá um curtir em minha página no facebook. Pode também assinar minha newsletter para receber em seu e-mail os novos artigos que eu publicar.